sábado, 31 de outubro de 2009

Governo fica completo com tomada de posse dos Secretários de Estado

Tomaram hoje posse os 37 Secretários de Estado do XVIII Governo Constitucional. Parabéns para os nomeados e votos dos maiores sucessos!

Polónia consegue cargo de Director-geral na Comissão Europeia

O 12 países dos últimos 2 alargamentos da União Europeia conseguiram, finalmente, um lugar de topo (Director-geral) na Comissão Europeia. Este cargo, o de Director-Geral de Educação e Cultura, vai ser ocupado pelo polaco Jan Truszczynski. A diplomacia polaca está de parabéns!

Portugal Exportador'2009

No passado dia 29 de Outubro, decorreu, em Lisboa, a 4ª ediçaõ do "Portugal Exportador", iniciativa organizada pela Associação Industrial Portuguesa (AIP), Banco Espirito Santo (BES) e AICEP Portugal Global e dirigida às empresas portuguesas interessadas na abordagem dos mercados externos. Veja aqui as principais problemáticas e temas que foram tratados neste evento.

Associação Comercial de Lisboa aposta na internacionalização

A Associação Comercial de Lisboa, liderada por Bruno Bobone, têm vindo a prestar especial atenção ao apoio à internacionalização das empresas suas associadas. Depois de, a 09 de Março de 2009, ter celebrado um acordo com a Câmara Municipal de Lisboa e a AICEP que visava a promoção e a captação de investimento estrangeiro estruturante para Lisboa, a ACIL assinou, na passada na Quinta-feira, um novo protocolo de colaboração no domínio da internacionalização com a Confederação Internacional dos Empresários Portugueses (CIEP). Através deste, a ACIL poderá a partir de agora passar a prestar serviços de consultadoria na área da internacionalização às empresas nacionais, aproveitando a rede de 29 câmaras de comércio existentes em 15 países com quem o CIEP mantém relações de cooperação.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

ISCTE cria primeiro laboratório de marketing em Portugal

O ISCTE Business School, através do GIEM - Centro de Investigação e Formação em Marketing, um conjunto de 21 empresas com negócios em Portugal e um grupo de reconhecidos marketeers, entre os quais se contam o Professor Luiz Moutinho, professor catedrático de Marketing na Universidade de Glasgow, acabam de criar o primeiro laboratório português de análise e de investigação aplicada de tendências internacionais de marketing.
Designado por Marketing FutureCast Lab, esta entidade pretende constituir-se como um foco de produção e antecipação de novos cenários e tendências na área do marketing com potencial impacto no contexto empresarial.
Mais uma iniciativa inovadora do ISCTE Business School que vem consolidar a posição destacada desta escola de gestão no contexto universitário português.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Portugueses são dos que mais acreditam na ajuda ao desenvolvimento. E depois?

Os portugueses são dos europeus que mais acreditam na ajuda ao desenvolvimento, com 93% a considerarem-na importante ou muito importante, indica o EuroBarómetro da Comissão Europeia.
A percentagem mais elevada da União Europeia é partilhada com cinco outros países - Suécia, Espanha, Malta, Chipre e Polónia -, sendo que a média dos 27 Estados-membros se fica pelos 88%.
À semelhança dos outros europeus, também os portugueses gostavam que a comunicação social desse mais atenção às questões de cooperação para o desenvolvimento: 41% consideram que os média não tratam suficientemente o tema, contra 30% que consideram esse tratamento suficiente. Os dois países da Península Ibérica consideram que os Estados Unidos são o país em melhor posição para prestar ajuda aos mais pobres.
O número especial do EuroBarómetro, realizado entre Maio e Junho de 2009 com o objectivo de avaliar o impacto da crise económica sobre o apoio à ajuda ao desenvolvimento nos países europeus, insere-se num conjunto de análises sobre o conhecimento e percepção que a opinião pública europeia tem sobre questões de desenvolvimento, e tem vindo a ser realizado desde 2004.
No entanto, e do nosso ponto de vista, estas questões da educação e da cooperação para o desenvolvimento ainda são muito pouco discutidas e debatidas ao nível da sociedade civil portuguesa. A politica de cooperação, talvez pelo desconhecimento existente em relação à mesmo e por ser "demasiado consensual" ao nível do sistema politico português, é algo que não tem merecido muita atenção por parte dos decisores económicos e políticos, dos meios de comunicação social e do público em geral. Vamos ver se as coisas se vão alterar na legislatura que agora se inicia, pois esta é uma área onde com pouco esforço se podem alterar muitas práticas.

Boas práticas no apoio à internacionalização de PME's: o exemplo do SEBRAE (Brasil)

O SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas acaba de lançar um interessante site dedicado ao apoio à internacionalização das mico e pequenas empresas. Aqui pode encontrar diversas informações técnicas sobre a problemática da internacionalização e cursos gratuitos on-line sobre "Procedimentos para Exportação", "Documentos utilizados no processo de Exportação e "Condições de venda para o mercado externo". Para além disso, e mediante o preenchimento de um questionário on line, elaborado por especialistas em comércio exterior do SEBRAE, cada empresário/empreendedor pode avaliar o estádio em que a sua empresa se encontra em relação ao processo de internacionalização. No final, será gerado um relatório automático com um conjunto de recomendações específicas baseadas nas respostas que foram dadas neste inquérito. E em Portugal, de que estamos à espera para lançarmos iniciativas com este formato, utilidade e alcance, sobretudo ao nível das pequenas e médias empresas?

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Ben Ali reconduzido como Chefe de Estado da Tunísia

O Presidente tunisino Zine El-Abidine Ben Ali foi reconduzido, sem surpresa, no passado Domingo, para um novo mandato com cerca de 90% de votos favoráveis. Ben Ali já vai no 5º mandato consecutivo como Chefe de Estado e por este andar estará mais alguns anos à frente dos destinos da Tunísia. Um sucesso da "realpolitik" e da forma ágil e astuta como as autoridades tunisinas têm gerido o seu relacionamento internacional com os EUA, União Europeia (particularmente com a França e a Itália) e parceiros árabes e que tem permitido pouca contestação à forma como internamente são interpretados e tratados alguns direitos e liberdades individuais.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

José Socrates anuncia novo Governo

José Socrates acabou de anunciar o novo Governo que é constituido por:

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros
Dr. Luís Filipe Marques Amado

Ministro de Estado e das Finanças
Prof. Doutor Fernando Teixeira dos Santos

Ministro da Presidência
Dr. Manuel Pedro Cunha da Silva Pereira

Ministro da Defesa Nacional
Prof. Doutor Augusto Santos Silva

Ministro da Administração Interna
Dr. Rui Carlos Pereira

Ministro da Justiça
Dr. Alberto de Sousa Martins

Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento
Dr. José António Fonseca Vieira da Silva

Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
Prof. Doutor António Manuel Soares Serrano

Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Prof. Doutor António Augusto da Ascenção Mendonça

Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território
Engª. Dulce dos Prazeres Fidalgo Álvaro Pássaro

Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social
Drª. Maria Helena dos Santos André

Ministra da Saúde
Drª. Ana Maria Teodoro Jorge

Ministra da Educação
Drª. Isabel Alçada

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Prof. Doutor José Mariano Rebelo Pires Gago

Ministra da Cultura
Drª. Maria Gabriela da Silveira Ferreira Canavilhas

Ministro dos Assuntos Parlamentares
Dr. Jorge Lacão Costa

Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros
Dr. João Tiago Valente Almeida da Silveira

Mudanças na ViniPortugal

A ViniPortugal, associação interprofissional tem por objectivo a promoção dos vinhos portugueses no mercado interno e em mercados internacionais seleccionados, tem uma nova Direcção, liderada por Francisco Borba e que vem substituir a anterior equipa directiva presidida por Francisco Avillez.

Esta nova Direcção já anunciou que vai encomendar, até ao final do ano, um novo estudo estratégico para o sector português do vinho que permita actualizar as recomendações efectuadas, em 2003 e 2004, pelos dois relatórios do consultor norte-americano Michael Porter.

Actualmente, a ViniPortugal tem um papel preponderante na promoção internacional dos vinhos portugueses, face à exiguidade dos recursos para promoção existentes em outras organizações ligadas à promoção económica do sector e do país.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

IAPMEI, CCRA e ADRAL promovem negócios na Extremadura Espanhola

Numa organização conjunta do IAPMEI-Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação, CCDRA-Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo e da ADRAL-Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, e contando com o apoio e envolvimento das principais associações empresariais do Alentejo, vai realizar-se no próximo dia 12 de Novembro, em Estremoz, a 1ª Sessão de Trabalho sobre o acesso das empresas do Alentejo ao mercado da Extremadura Espanhola.
Trata-se de uma excelente iniciativa de apoio à internacionalização das pequenas e médias empresas nacionais (PME's), liderada pelo IAPMEI e dirigida a uma das comunidades transfronteiriças espanholas com quem Portugal tem um maior relacionamento politico, económico e cultural. Este evento, segue-se a outros já realizados pelo referido organismo do Ministério da Economia em várias regiões portuguesas sobre as Comunidades espanholas da Galiza e da Castela e Leão e que tiveram por objectivo a identificação de oportunidades e a proposta de soluções para as PME's na penetração e/ou reforço da sua posição em Espanha.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

"Atradius Payment Practices Barometer' Summer 2009"

As empresas espanholas e italianas são as que mais tardam em saldar as facturas aos seus fornecedores (67 dias), segundo um estudo realizado em 20 países (Portugal não foi contemplado) pela seguradora Atradius (Grupo Crédito y Caución).
Depois de Espanha e de Itália, segue-se a China (40 dias), França (38 dias) e a Bélgica (33 dias). As empresas polacas e alemãs são as que efectuam os seus pagamentos com mais rapidez, necessitando de 22 dias para saldarem os seus compromissos.
Apesar de neste estudo não terem sido recolhidas informações sobre este tipo de práticas comerciais em Portugal, cremos que as dificuldades com os pagamentos (existência de prazos de pagamento muito longos, atrasos nos pagamentos, cheques sem provisão, etc..) são dos principais problemas com que se deparam as pequenas e médias que actuam no mercado nacional.

Fusão AIP/AEP

Depois de um longo período de maturação, a AIP – Associação Industrial Portuguesa e a AEP – Associação Empresarial de Portugal, assinaram há dias um acordo para a fusão das suas áreas institucionais com a criação da Confederação Empresarial de Portugal (CEP). Trata-se de um marco muito importante ao nível do associativismo empresarial nacional, depois das fracassadas tentativas de fusão realizadas nos últimos anos. Para este facto não será alheia a necessidade de rápida alteração do modelo de governação, funcionamento e financiamento das principais associações empresariais e as mudanças que se estão ou vão verificar nas cúpulas da AEP e da própria CIP (Confederação da Industria Portuguesa). No entanto, esperamos que os protogonistas deste processo de mudança e de renovação empresarial consigam ultrapassar os inúmeros "obstáculos" que decerto irão surgir até Janeiro de 2010, altura em que se fará a primeira assembleia geral para aprovação dos estatutos e eleição dos órgãos sociais da CEP.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

"The (50) Most Influential Business Thinkers" - Forbes/CrainerDearlove

Conforme é referido no blog BizDeansTalk, a empresa de consultadoria norte-americana CrainerDearlove, juntamente com a revista Forbes, realizou um "survey" junto de um grupo seleccionado de 3,500 individuos e contactou um painel de especialistas para determinar quais os 50 "most influential living management thinkers" e, concluiu que C.K. Prahalad, académico da Universidade de Michigan, continua a ser o pensador mais relevante desta área do saber, à semelhança do que já havia verificado em 2007 (última edição deste "survey"). Este ranking é dominado, mais uma vez, por gestores e intelectuais norte-americanos, surgindo apenas 7 europeus: Kjell Nordstrom & Jonas Ridderstrale (23ª posição, Suécia), Charles Handy (43ª, Irlanda), Manfred Kets De Vries (45ª, Holanda), Costas Markides (47ª, Chipre) e Rob Goffe & Gareth Jones (49ª, Reino Unido). Veja aqui a lista completa.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Leituras: "Do small countries care about foreign diplomacy?"

Excelente reflexão que encontrámos no blog Charlemagne's Notebook sobre os desafios que se colocam aos pequenos Estados-membros da União Europeia no contexto do novo Tratado de Lisboa, e nomeadamente no que diz respeito à politica externa.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

2009: Ano de dificuldades para as marcas espanholas de pronto-a-vestir no mercado do Reino Unido

Segundo esta noticia do jornal Expansion, as filiais no Reino Unido das empresas espanholas Zara, Mango e Adolfo Domínguez enfrentam nesta altura algumas dificuldades devido, fundamentalmente, à depreciacão da libra, aos elevados preços dos alugueres dos espaços comerciais e à forte concorrência de outras cadeias, sobretudo em termos de preços. No entanto, a presença neste mercado das grandes marcas globais é "obrigatória", pois o Reino Unido é um dos países do mundo com maior consumo "per capita" e constitui também a grande "montra internacional" de moda e tendências para os milhões de visitantes que todos os anos passam por Londres.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

IMD celebra "China's Liberation Day"

A escola de gestão suíça IMD decidiu celebrar o 60º aniversário da fundação da Rep. Popular da China com a elaboração de um fantástico conjunto de artigos e de vídeos sobre a evolução recente e perspectivas para a economia chinesa. A não perder!

Human Development Report'2009

Noruega, Australia e Islândia lideram o "Human Development Index (HDI)" do "Human Development Report'2009" do PNUD- Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.
Portugal integra o grupo de países com desenvolvimento humano «muito elevado», ocupando o 34º lugar no "Human Development Index", uma posição ainda "modesta" quando comparada, por exemplo, com os lugares ocupadas pela Irlanda (5ª), Espanha (15ª), Grécia (25ª), Israel (27ª), Eslovénia (29ª) ou até Chipre (32ª).

Leituras: "Cuatro de cada diez expatriados se van por miedo a frenar su carrera"

Excelente artigo do jornal Cinco Dias sobre a problemática da expatriação de quadros de empresas internacionais, tendo por referência um estudo elaborado pela Ernst & Young Abogados e pelo IESE - Universidad de Navarra.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Rio de Janeiro 2016


Por 66 votos contra 32 de Madrid, o Rio de Janeiro ganhou a candidatura à organização dos Jogos Olímpicos de 2016. Serão os primeiros jogos num país de língua portuguesa e na América do Sul. Com mais este resultado, o Brasil afirma-se cada vez mais na cena internacional, como um grande potência emergente, e Lula da Silva somará mais este grande feito ao período em que liderou o maior país da América do Sul. Parabéns Brasil!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Leituras: "Panorama de la inserción internacional de América Latina y el Caribe 2008/2009"

Um interessante trabalho do CEPAL -Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas das Nações Unidas com análises bastante aprofundadas da conjuntura económica internacional, da evolução do comércio regional durante a recente crise económica e financeira e das possibilidades de cooperação cooperação na América Latina e Caraíbas.

Balanço da legislatura na área da cooperação para o desenvolvimento

Neste final desta legislatura, a Cooperação Portuguesa faz aqui um balanço da sua actuação nos últimos 4 anos tendo por referência as propostas de governação incluídas na resolução do Conselho de Ministros nº 196/2005 (“Uma visão estratégica para a cooperação portuguesa”). Sugere-se uma leitura atenta do capitulo 5, onde são destacadas as acções realizadas pela Cooperação Portuguesa ao nivel do “Apoio ao Sector Privado”.